Cia Truks
Contato:

11 3865-8019
11 99952-8553

contato@truks.com.br
> menu

nossos espetáculos

O SENHOR DOS SONHOS

O espetáculo conta a história de Lucas, um velho e bem sucedido escritor, que relembra os tempos de sua infância, quando era um menino criativo, engraçado, simpático e, principalmente, sonhador! Se não navegava pelos sete mares, certamente estava a pilotar alguma nave espacial em planetas longínquos. E, como sempre, atrasado para ir à escola ou esquecido de suas lições e obrigações.

O "Senhor dos Sonhos", ao confrontar as mirabolantes aventuras de Lucas com a necessidade que o menino tem de "ajustar-se" às regras sociais, é um espetáculo que discute, mesclando momentos divertidos com outros de delicada e leve poesia, o conflito em que se vivem as crianças, ao terem que se equilibrar, como que sobre uma corda bamba, entre a fantasia e a realidade.

A peça, assim, explora a riqueza e sabedoria do universo infantil, fazendo de Lucas um verdadeiro ícone de todas as crianças, ao materializar o anseio destas pela liberdade de viverem os seus sonhos. Mas salienta, principalmente, a importância da participação de pais e educadores, que a cada passo, e com redobrada atenção, quiçá saberão orientar e conduzir os caminhos dos pequenos, com compreensão, carinho e, principalmente, muita cumplicidade. Pois é desta cumplicidade e do carinho de sua mãe, que o velho Lucas relembra com maior emoção. Pois sabe que deste afeto nasceu a segurança para exercer sua arte de contar e escrever as histórias que o consagrariam, como escritor de sucesso, pelo resto de sua vida.

 

PRÊMIOS E INDICAÇÕES

  • INDICAÇÃO AO PRÊMIO COCA COLA DE TEATRO JOVEM - 1999 - MELHOR ATRIZ
  • INDICAÇÃO AO PRÊMIO COCA COLA DE TEATRO JOVEM - 1999 - MELHOR AUTOR
  • MELHOR ESPETÁCULO DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO DE BONECOS DE CANELA - 2005

 

LUCAS, BONECO COM ALMA DE MENINO

Criado em 1999, “O Senhor dos Sonhos” vem sendo apresentado em todo o país e exterior e já realizou mais de 1200 sessões. É sem dúvida um importante marco na história do teatro infantil em nosso país. O menino Lucas, protagonista da peça, é certamente um ícone de todas as crianças e, aqui, vivencia uma das principais “problemáticas” da infância: como se inserir no mundo real dos adultos, uma vez que elas, as crianças, vivem mergulhadas em um mundo de sonho e imaginação? A peça, assim, trata de discutir, de forma leve, bem humorada, mas também muito poética, como se desenrola este conflito, que consequências pode ter quando negligenciado, e que saídas um mínimo mais confortáveis pode oferecer aos pequenos.

“O Senhor dos Sonhos” trata de externar a nossa visão da coisa: basta, às crianças, o conforto da cumplicidade de pais e educadores. As crianças talvez nada mais necessitem do que o carinho do diálogo, da compreensão e do entendimento de que estão em um mundo diferente e que precisam, sobretudo, serem “abarcadas” nesta jornada por um oceano desconhecido, que os adultos fazem desaguar, misterioso, diariamente às suas frentes. Não se trata de super protegê-las, porém tampouco negligenciar suas angústias. É necessário encontrarmos o equilíbrio que pais e educadores verdadeiramente amorosos saberão onde está...

É o menino Lucas o encarregado de simbolizar este metafórico "mergulho na vida", feito pelas crianças, a caírem em um mar desconhecido, cheio de medos, riscos e incompreensões, que, por fim, são, um a um, combatidos com criatividade, valentia e sabedoria de quem é acolhido com afeto e, assim, pode escolher para a vida o caminho da criação e preservação de sua identidade verdadeira.

Lucas encarna, dos bonecos, uma deliciosa irreverência, e dos humanos, os sentimentos mais profundos, a dor da solidão, o medo da inadequação, da não pertinência, o desejo da comunhão. Das crianças, sobretudo, a doçura! Lucas é o nosso Senhor dos Sonhos, um menino a nos ensinar importantes lições: sonhar, rir, e não levar o mundo tão a sério talvez ainda sejam poderosos remédios. Não se deve morrer mais do que o necessário, sob o risco de morrermos a cada dia quando uma morte apenas já seria o bastante dolorosa. Lucas nos ensina a viver com alegria e com simplicidade, em um mundo cada vez mais complicado.

Almejamos fazer de nosso boneco o máximo da expressão do que ainda nos parece tão humano: um sublime e poético amor pela vida, pela via do sonho, do jogo e da brincadeira que fazem das crianças estas criaturas tão especiais e, ousamos dizer, tão superiores a nós adultos...

Imprensa comenta

"Alguém, por favor, diz para o Lucas que não é ele que está errado. Lucas, quem está errado é o mundo! Continue sonhando, porque sonhadores são essenciais nesta vida tão sem brilho e sem cores. Obrigada Lucas por nos mostrar, em forma de risadas, pequenos sustos e lágrimas, que os sonhadores não são uma raça em extinção".

PATRÍCIA VIALE - 11/10/2016

"...Ganhei o Domingo quando vi o teatro de bonecos apresentando "O Senhor dos Sonhos", na Praça João Pessoa, em Araçatuba. Foi o momento poético do meu Domingo. Enquanto crianças se divertiam e riam com as pantomimas do garoto Lucas, os adultos refletiam e choravam as limitações humanas... Por fim, todos se emocionaram... Se você, leitor, consegue levitar um pouco do chão, admira-se com a beleza de uma flor, e é enluarado, é da tribo do Lucas..." 

HÉLIO CONSOLARO- FOLHA DA REGIÃO - ARAÇATUBA - 15/02/2005

" A platéia vai do riso às lágrimas. Várias são as manifestações de surpresa, conivência ou estupefação. Não é uma super produção de Disney ou Spielberg. Em "O Senhor dos Sonhos", a Cia. Truks, de maneira simples e inteligente, consegue mexer com o imaginário infantil, tratar de questões sociais e educacionais muito importantes e, ao mesmo tempo, tão bem agradar aos adultos..."

LUCIANA BENVENGO - REVISTA DA LAPA - 01/03/2000

"... O grupo demonstrou uma técnica impecável, e uma assombrosa variedade de modos de manipulação, que encantaram o público de Pamplona..."

ALBERTO GARAYOA - O DIÁRIO DE NAVARRA - ESPANHA - 13/12/1999

"... A Cia. Truks repete a dose de talento e competência que faz valer a pena prestigiar seus espetáculos... Os manipuladores estão cada vez mais preparados e afinados na difícil arte de anular-se em cena em favor da missão de dar vida a objetos inanimados... A peça se encerra com uma cena de muita emoção e grande impacto..."

DIB CARNEIRO NETO - O ESTADO DE SÃO PAULO - 18/06/1999

"... Lucas é um garoto tão bacana, que você vai querer virar amigo dele. Alguns pais vão querer levá-lo para casa. Ele tem o poder de criar sonhos, e dar forma a eles pelo simples pensamento! Apesar de ser boneco, ele parece gente, de tão bem feito que é..."

MANOEL OCHOA - REVISTA ZÁ - Número 31 - 01/06/1999

fotos

vídeos

Ficha Técnica do Espetáculo

TEXTO: HENRIQUE SITCHIN e VERÔNICA GERCHMAN

DIREÇÃO: HENRIQUE SITCHIN

CONCEPÇÃO E CONSTRUÇÃO DE BONECOS E CENÁRIOS: VERÔNICA GERCHMAN, SANDRA GRASSO, VALÉRIA PERUSSO E HENRIQUE SITCHIN

TRILHA SONORA: HENRIQUE SITCHIN, E ESTÚDIO "FREQUÊNCIA RARA"

ILUMINAÇÃO: HENRIQUE SITCHIN

ELENCO:
EMERSON BARROS,
PRISCILA CASTRO,
ROGERIO UCHOAS,
DRIELY PALÁCIO,
LUCIANA SEMENSATTO
AGUINALDO RODRIGUES

OPERAÇÃO DE SOM E ILUMINAÇÃO: JOÃO SANTIAGO